A base Wikileaks: Plataformas digitais para pesquisa em Relações Internacionais

A explosão de informações disponíveis para aqueles trabalhando com as Relações Internacionais e a História alcançou patamares inéditos na última década e meia. Entretanto, em vez de se apresentar como uma ótima notícia para os interessados em criar suas próprias narrativas e interpretações, a quantidade colossal de dados muitas vezes emperra os trabalhos ou mesmo deixa em estado de choque cientistas políticos e historiadores das RI. O acervo do Wikileaks é um exemplo dessa realidade. Nesse sentido, Juliana Luiz, colaboradora do Centro de Relações Internacionais da FGV, sediado no CPDOC, apresenta, nesta sessão do Pocket Talks, as preocupações em torno de seu trabalho com essa base de dados. Para além dos esforços de organização dos documentos disponíveis, Juliana também comenta os cuidados a se ter e as potencialidades que pesquisadores e sociedade civil lá podem encontrar.

 

 

Confira alguns dos Pocket Talks anteriores aqui:

Quem desloca tem preferência: ensaios sobre futebol, jornalismo e literatura

Panorama atual das iniciativas a favor do desarmamento nuclear

Perception Gaps between Brazil and the US on nuclear matters 

Data: 
26/10/2015
Copyright © 2019 CPDOC

Portal FGVENG

Escolas FGV

Acompanhe na rede