Painéis: Japão-Brasil
09/02/2021

Painéis Japão-Brasil

Em parceria com a Japan House São Paulo, a Escola de Relações Internacionais (FGV RI) está organizando uma série de três painéis para debater alguns dos principais temas que mobilizam a agenda internacional, reunindo especialistas do Japão e do Brasil.

Japão e Brasil são players relevantes e países com importante alcance regional e global. Os pesquisadores convidados abordarão a temática do painel a partir da perspectiva dos países em que atuam.

FEVEREIRO

22 de fevereiro: Japan-Brazil Panel: Global Governance and Climate Change

Horário: 20h 

Inscrições: O evento será transmitido no Youtube oficial da FGV. Para se inscrever, clique aqui

Palestrantes: Profª. Drª. Yukari Takamura (Universidade de Tóquio) e Prof. Dr. Eduardo Viola (Universidade de Brasília).

Sobre o evento:

O primeiro painel da série ocorre no dia 22 de fevereiro, às 20h e recebe a Profa. Dra. Yukari Takamura, professora da Universidade de Tóquio, e o Prof. Dr. Eduardo Viola, professor titular do Instituto de Relações Internacionais da Universidade de Brasília, para abordar o contexto atual das mudanças climáticas no âmbito da governança global.

O evento será transmitido ao vivo pelo canal da FGV no YouTube, em inglês, e não haverá tradução simultânea. 

A temática das mudanças climáticas é uma das principais questões que moldam as relações internacionais contemporâneas. A gravidade atribuída ao assunto tem mobilizado a agenda internacional e permeado as discussões sobre governança. Desde a mudança nos padrões climáticos que ameaçam a produção de alimentos até a elevação do nível dos mares que aumenta o risco de inundações catastróficas, os impactos das mudanças climáticas são globais e não têm precedentes em escala. O Acordo de Paris, estabelecido em 2015, durante a COP 21, cujo objetivo é limitar o aquecimento global, previa que, em 2020, os países submetessem seus planos de ação para lidar com a questão, também conhecidos como Nationally determined contributions (NDCs). A adequação aos acordos climáticos globais vai impactar sobre a matriz energética global e se impõe sobre os rumos da economia mundial.

Eduardo Viola é professor titular do Instituto de Relações Internacionais da Universidade de Brasília e Pesquisador Sênior do CNPq. Possui doutorado em Ciência Política pela Universidade de São Paulo e Pós-Doutorado em Economia Política Internacional pela University of Colorado. Foi professor visitante em múltiplas universidades nacionais e internacionais, entre as quais, Stanford, Texas, Amsterdã, Colorado e Notre Dame. É também pesquisador 1 B do CNPq, Coordenador do Grupo de Pesquisa do CNPq "Sistema Internacional no Antropoceno e Mudança Global do Clima" e Lead Faculty da Earth System Governance Network. É membro de diversos comitês científicos nacionais e internacionais. Publicou 90 artigos em periódicos nacionais e internacionais, 4 livros e 89 capítulos de livro, possuindo 5.298 citações no Google Scholar h-index 33, 199 no Web of Science h-index, 7,79 no Scopus e 21 no Scielo. Apresenta um dos mais altos índices de publicação qualificada em toda a área de Ciência Política e Relações Internacionais. Publica regularmente em inglês em periódicos de alto impacto e editoras de alto prestigio. Seu último livro “Brazil and Climate Change: Beyond the Amazon” foi publicado pela Routledge em 2018. Em 2019 editou número especial da RBPI titulada "Ups and downs of Brazil in Global Environmental Change". Prof. Viola participa de vários Comitês Científicos Nacionais e Internacionais e é membro do Comitê editorial de diversos periódicos de prestigio internacional.

Yukari Takamura é professora do Institute for Future Initiatives, na Universidade de Tóquio. Após sua formação na Universidade de Kyoto (Bacharel em Direito) e na Universidade Hitotsubashi (Mestrado em Direito Internacional Público), em Tóquio, ela foi nomeada professora associada na Universidade Shizuoka. Antes de ingressar na Universidade de Tóquio em 2018, lecionou na Universidade Ryukoku e na Universidade de Nagoya. Yukari Takamura teve parte de sua formação realizada na Universidade de Paris II (Panthéon-Assas) e foi Pesquisadora Visitante na Universidade de Londres. Com especialização em direito internacional e direito ambiental, sua pesquisa se concentra em questões jurídicas e de governança relacionadas a acordos ambientais multilaterais, bem como leis e políticas de clima e energia. Autora e co-autora de diversos livros e artigos,  é também membro do Conselho Editorial da Revista Sustainability Science e do Conselho Editorial da Revista Climate Policy. Atua, ainda, como membro de órgãos consultivos governamentais, como o Conselho Científico do Japão (Vice-Presidente) e o Conselho Ambiental Central. Também atuou como um dos 10 especialistas reunidos sob o comando do Primeiro-Ministro para desenvolver uma estratégia de longo prazo para o Japão no âmbito da descarbonização, que foi aprovada pelo gabinete e apresentada às Nações Unidas em junho de 2019. Além da colaboração de longa data com o PNUMA, Yukari Takamura atua como membro do Grupo Consultivo sobre Mudanças Climáticas e Desenvolvimento Sustentável do Asian Development Bank (ADB). Em 2018, foi premiada com o Mérito da Conservação Ambiental pelo Ministro do Meio Ambiente do Japão.

Principais Publicações em inglês:

Masahiro SUGIYAMA, Shinichiro ASAYAMA, Takanobu KOSUGI, Yukari TAKAMURA et al., ‘Transdisciplinary co-design of scientific research agendas: 40 research questions for socially relevant climate engineering research’ in Sustainability Science, Volume 12, Issue 1, pp 31–44 (January 2017). *Sustainability Science 2017 Best Paper Award - Outstanding Article awarded.

Yukari TAKAMURA, ‘Climate Change and the Law in Japan’, in Hans-Joachim Koch, Dris König, Joachim Sanden and Roda Verheyen eds., Legal Regimes for Environmental Protection: Governance for Climate Change and Ocean Resources, pp. 37-48 (Brill/ Nijhoff, 2015);

Yukari TAKAMURA,‘Release of radioactive substances into the sea and international law: the Japanese experience in the course of nuclear disaster’, in David D. Caron, Michael J. Kelly and Anastasia Telesetsky eds., The International Law of Disaster Relief, pp. 89-110 (Cambridge University Press, 2014);

Kazuhiro UETA, Hidenori NIIZAWA and Yukari TAKAMURA, ‘Environmental governance and the dynamics of international institutions’, in Hidenori Niizawa and Toru Morotomi eds, Governing Low-Carbon Development and the Economy, pp. 13-47 (United Nations University Press, 2014);

Yukari TAKAMURA, ‘Fukushima and its impacts on Japanese energy and climate policies’, in Université d’Aix-Mqrseille, Faculté de Droit et de Science Politique d’Aix- Marseille, Après-Fukushima : Regards juridiques Franco-Japonais, sous la direction de Mathilde Hautereau-Boutonnet, pp. 91-100 (Press Universitaires d’Aix- Marseille, 2014) ;

 Yukari TAKAMURA, ‘Climate Change and Small Island Claims in the Pacific’, in Oliver C. Ruppel, Christian Roschmann & Katharina Ruppel-Schlichting eds., Climate Change: International Law and Global Governance, Volume I: Legal Responses and Global Responsibility, pp. 657-682  (Nomos, October 2013);

Yukari TAKAMURA, Chapter Japan in Richard Lord, Silke Goldberg, Lavanya Rajamani and Jutta Brunnée eds., Climate Change Liability: Transnational Law and Practice, pp. 206-241 (Cambridge University Press, December 2011;

Yukari TAKAMURA, 'Do markets matter? The role of markets in the post-2012 international climate regime', in Takamitsu Sawa et al. eds, Achieving Global Sustainability (United Nations University Press, 2011).

MARÇO

03 de março - Japan-Brazil Panel: Gender Inequality in International Institutions and Global Politics

Horário: 20h 

Inscrições: O evento será transmitido no Youtube oficial da FGV.

Palestrantes: Me. Mariko Saito (UNDP) e Dra. Renata Giannini (Instituto Igarapé).

Sobre o evento:

O segundo painel Japão-Brasil sobre grandes questões globais ocorre no dia 03 de março, às 20h. O painel conta com a participação de Mariko Saito, especialista em gênero e desenvolvimento do United Nations Development Programme (UNDP), e de Renata Giannini, pesquisadora sênior do Instituto Igarapé e consultora do World Bank Group, para abordar os principais desafios para a diminuição das desigualdades de gênero no âmbito das instituições internacionais e da política global.

O evento será transmitido ao vivo pelo canal da FGV no YouTube, em inglês, e não haverá tradução simultânea. 

A busca por igualdade de gênero apresenta crescente centralidade nos objetivos de instituições internacionais. O término da contínua discriminação contra as mulheres é um direito humano básico e é essencial para o cumprimento das metas de desenvolvimento e para a redução das desigualdades em sentido mais amplo. Apesar disso, a desigualdade de gênero mantém-se como um dos maiores desafios para a governança global. Falta de representatividade em vários níveis da política e em cargos de liderança, violência sexual e doméstica, bem como a menor remuneração, são alguns dos maiores problemas enfrentados em nível global.

A Dra. Renata Giannini é pesquisadora sênior do Instituto Igarapé e consultora do Banco Mundial, em questões relacionadas ao impacto de projetos de infraestrutura nas relações de gênero e segurança. Ela é especialista em gênero e já facilitou diversos cursos, treinamentos e capacitações sobre o assunto em organizações militares e internacionais como a Comissão Econômica para a América Latina e Caribe (CEPAL), Nações Unidas e a Organização para a Segurança e Cooperação da Europa (OCDE). No Brasil, ela foi Membro do grupo de trabalho Bertha Lutz, responsável pela elaboração do Plano Nacional de Ação do Brasil sobre a resolução 1325 das Nações Unidas. Suas principais áreas de interesse são: segurança pública, estratégias de redução e prevenção da violência, violência contra mulheres e meninas e a agenda sobre mulheres, paz e segurança. 

Mariko Saito apresenta mais de vinte anos de experiência na promoção da igualdade de gênero e empoderamento de mulheres globalmente e no Japão. Trabalha na defesa de políticas, treinamento, desenvolvimento, implementação, monitoramento e avaliação de programas nesse âmbito. As principais responsabilidades exercidas incluem a gerência do Programa e posterior consultoria na Equipe de Gênero do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). Foi consultora de curto prazo para o PNUD Bratislava e PNUD da Mongólia; consultora regular do Instituto das Nações Unidas para Treinamento e Pesquisa (UNITAR) em Hiroshima, Japão; e ex-coordenadora nacional do Programa Global ONU Mulheres/OIT/UE, WE EMPOWER Japan. Atualmente, é Diretora de uma ONG japonesa, a Plataforma de Ação de Gênero. Possui Bacharel em Administração de Empresas Internacionais e Estudos Comparativos em Cultura pela Sophia University (Tóquio) e é Mestre em Artes e Estudos Asiáticos, pela Cornell University (estudos interdisciplinares com foco em questões de gênero e desenvolvimento no Vietnã). É especialista em integrar gênero nos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), mulheres em liderança, gênero e negócios por meio dos Princípios de Empoderamento das Mulheres (WEPs) da ONU.

Copyright © 2021 CPDOC

Portal FGVENG

Escolas FGV

Acompanhe na rede

Nosso website coleta informações do seu dispositivo e da sua navegação por meio de cookies para permitir funcionalidades como: melhorar o funcionamento técnico das páginas, mensurar a audiência do website e oferecer produtos e serviços relevantes por meio de anúncios personalizados. Para saber mais sobre as informações e cookies que coletamos, acesse a nossa Política de Cookies e a nossa Política de Privacidade.