Roberto Campos

Sigla: RC

Dados Biográficos

Titular: Roberto de Oliveira Campos

Filiação: Valdomiro de Oliveira Campos e Honorina de Oliveira Campos

Nascimento: 17/4/1917, Cuiabá, MATO GROSSO, Brasil

Cônjuge: Maria Estela Tambelinni de Oliveira Campos

Falecimento: 9/10/2001, Rio de Janeiro, RIO DE JANEIRO, Brasil

Formação Acadêmica

  • Doutorado, Economia, Universidade de Colúmbia, Estados Unidos, 1947

Principais Atividades

  • Membro de delegação, Conferência de Bretton Woods1944,
  • Secretário, Assembléia Geral da ONU, 1ª1946,
  • Membro de delegação, Assembléia Geral da ONU, 2ª1947,
  • Membro de delegação, Conferência Internacional de Comércio e Emprego1947,
  • Membro de delegação, Acordo Geral sobre Tarifas e Comércio - GATT (ONU) 1948,
  • Secretário, Assembléia Geral da ONU, 3ª1948,
  • Membro de delegação, Assembléia Geral da ONU, 4ª1949,
  • Membro de delegação, Reunião da Comissão Econômica para a América Latina (CEPAL)1950,
  • Membro de delegação, Assembléia Geral da ONU, 5ª1950,
  • Membro de delegação, Conferência de Consultas da OEA1951,
  • Diretor, Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social1951,1953
  • Membro de delegação, Assembléia Geral da ONU, 8ª1953,
  • Diretor-superintendente, Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social1955,
  • Presidente, Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social1958,1959
  • Secretário-geral, Conselho de Desenvolvimento da Presidência da República1958,1959
  • Embaixador, Embaixada do Brasil nos Estados Unidos1961,1964
  • Ministro de Estado, Ministério Extraordinário do Planejamento e Coord. Econômica1964,1967
  • Membro, Confederação Nacional do Comércio1967,1969
  • Embaixador, Embaixada do Brasil na Inglaterra1975,1982
  • Senador, Senado Federal1982,1991
  • Deputado federal, Câmara dos Deputados1990,1994
  • Deputado federal, Câmara dos Deputados1994,1999

Outras Atividades

Ingressa, mediante concurso, no Itamarati, como cônsul de terceira classe (1939); nomeado para a seção comercial da embaixada do Brasil em Washington (1942), transferido para Nova Iorque (jul/1942); promovido a cônsul de segunda classe (dez/1942); serve na embaixada em Washington como segundo-secretário (jan/1943); participa do Comitê Executivo da Comissão Interina da Organização Internacional do Comércio, Genebra (ago/1948); deixa Nova Iorque (ago/1949); integra a comissão mista que acompanhou os trabalhos para o entendimento comercial entre Brasil e Itália (ago/1950); integra a assessoria econômica do governo Getúlio Vargas (1951), participando da elaboração do anteprojeto governamental para a criação da Petrobrás; promovido a primeiro-secretário (mar/1951); participa como assessor econômico da delegação brasileira nas negociações com o Export-Import Bank (Eximbank) e o BIRD, sobre investimentos americanos no Brasil, tendo como resultado a Comissão Mista Brasil-Estados Unidos para o Desenvolvimento Econômico; participa da elaboração do projeto de criação do BNDE (1951); cônsul do Brasil em Los Angeles, EUA (set/1953); participa da Conferência de Assistência Técnica da ONU (nov/1953); participa como delegado do Brasil à XI Reunião das Partes Contratantes do GATT, em Genebra (out/1954), e como consultor especial na Reunião de Ministros da Fazenda dos Estados Americanos, em Petrópolis (nov/1954); promovido a ministro de segunda classe (mar/1956); integra o Conselho de Desenvolvimento, vinculado à Presidência da República (1956); promovido a ministro de primeira classe (out/1959); integra a Comissão Mista Brasil-França (jan/1960); participa como vice-presidente da delegação brasileira à reunião da Comissão Especial do Conselho da OEA, em Bogotá (set/1960); participa na elaboração do Plano de Ação Econômica do Governo, para o período de 1964-1966 (jul/1964); participa como chefe das delegações brasileira à 3ª Reunião Anual Ordinária do Conselho Interamericano Econômico e Social (CIES), em Lima (nov/1964), e às reuniões do Comitê Interamericano da Aliança para o Progresso, em Washington (out/1965 e mai/1966); participa da IV Reunião Anual Ordinária do CIES, em Buenos Aires (1966); presidente do InvestBanco (1968); presidente da Olivetti do Brasil (1972); filia-se ao Partido Democrático Social (PDS) (mai/1980); concorre ao Senado Federal, por Mato Grosso (abr/1981); preside a Comissão de Economia do Senado, membro da Comissão de Relações Exteriores (entre 1983 e 1984) e membro da Comissão de Finanças (1983 a 1986); eleito líder da bancada do PDS (1988); vice-líder do PDS na Câmara (1991-1993); participa da formação do Partido Progressista Reformador (PPR) (abr/1993); filia-se ao Partido Progressista Brasileiro (PPB) (ago/1995); eleito membro da Academia Brasileira de Letras (jul/1999).

Documentos Textuais

  • Manuscritos - 1581

Análise da Documentação

A documentação textual foi organizada em quatro séries, a saber: ECONOMISTA; POLÍTICO, DIPLOMATA E RECORTES DE JORNAIS, tomando como base as grandes linhas mestras que nortearam a vida pública de Roberto Campos. Dentro da série Economista, a documentação foi dividida nas seguintes subséries: Assessor Econômico (1951-1953); Dirigente do BNDE; Técnico do Conselho do Desenvolvimento e Assuntos Gerais. Na série Político consta as seguintes subséries: Ministro; Senador e Deputado e, na série Diplomata, foram constituídas as subséries: Membro de Delegação em conferências internacionais e Embaixador. Essa documentação fornece informações sobre as diversas funções exercidas pelo titular ao longo de sua vida pública, quais seja: a de diplomata, economista e parlamentar, esta última a partir de 1980. Vale ressaltar que embora Roberto Campos tenha sido diplomata de carreira sua área de maior atuação foi a econômica, como técnico e professor, sempre ligado às diretrizes de política econômica do país. Concentra os maiores volumes a documentação que diz respeito ao período de 1956 a 1959 quando da atuação do titular no Conselho do Desenvolvimento, órgão criado pela presidência da República, em 1956. Destacam-se os assuntos relacionados à economia nacional e ao Plano de Metas, possibilitando que se recuperem os estudos desenvolvidos pelos vários grupos de trabalho. É também significativa a documentação relacionada com o período em que o titular ocupou o Ministério Extraordinário do Planejamento e Coordenação Econômica (1964-1967) e a embaixada do Brasil nos Estados Unidos (1961-1964)