Dúvidas frequentes

 

Geral

  • Por que cursar Relações Internacionais?
  • A graduação em Relações Internacionais é um curso relativamente novo no Brasil e que tem um mercado de trabalho em ascensão em todo o mundo. Os chamados “internacionalistas” ou analistas de Relações Internacionais têm as habilidades necessárias para trabalhar em organismos internacionais, bancos de investimento, organizações não-governamentais, consultorias de risco político, empresas multinacionais, mídia e comunicação, além de carreiras em pesquisa aplicada.
  • Por que escolher a FGV?
  • A FGV acumula mais de 70 anos de história na formação de intelectuais e profissionais em temas socioeconômicos e políticos no Brasil. Conceituada internacionalmente como o 7º melhor think tank do mundo, a FGV tem sido reconhecida por conciliar profissionalização com excelência acadêmica ao longo da sua existência. A Escola de Relações Internacionais surge a partir desse legado e colabora para expandir as áreas de formação da Fundação. Em RI, nossa prioridade é a profissionalização de uma nova geração de analistas internacionais, oferecendo aos alunos uma combinação única de rigor acadêmico e treinamento prático em ferramentas de ponta, além de oportunidades de intercâmbio e experiência no exterior ainda durante a graduação.
  • Qual a estrutura curricular do curso de RI na FGV?
  • A graduação em Relações Internacionais da FGV foi formatada de maneira que os alunos concluam o curso em quatro anos. A distribuição das disciplinas nos oito períodos acadêmicos pode ser vista aqui .
  • Qual o tempo médio para conclusão do curso de RI na FGV?
  • A graduação em Relações Internacionais da FGV foi desenvolvida para ser concluída em 4 anos. No entanto, os alunos têm até 7 anos para cumprir todas as exigências de conclusão do curso.
  • Como funciona o trabalho de conclusão de curso?
  • Um dos diferenciais da Escola de Relações Internacionais da FGV é que cada aluno escolhe o tipo de trabalho de conclusão que melhor se adequa a seus interesses profissionais. Quem pretende ingressar em organismos internacionais ou empresas do setor privado realiza um capstone project: estudo em profundidade que serve como carta de apresentação para a obtenção do primeiro emprego. Quem prefere ingressar num programa de pós-graduação de ponta no exterior, prepara sua application, seu projeto de pesquisa e suas entrevistas para o processo seletivo.
  • Quais as oportunidades de intercâmbio acadêmico no exterior oferecidas pela FGV?
  • A FGV possui uma rede de convênios que abrange instituições de ensino de excelência em todos os continentes.
  • Qual a média salarial de um recém-formado em Relações Internacionais?
  • A maioria dos recém-egressos em Relações Internacionais recebe um salário mensal que oscila entre R$ 3.000,00 e R$ 9.000,00. No serviço público brasileiro, por exemplo, o salário para Terceiro-Secretário, primeiro cargo na carreira diplomática, é de R$ 16.935,40 por mês (2017). Nas Nações Unidas, o salário de nível inicial (P1-P3) da carreira de funcionário público internacional varia entre US$ 3.000,00 e US$ 6.000,00 ao mês.

 

Processo seletivo

  • Quais os tipos de processo seletivo adotados para o curso de Relações Internacionais?
  • O ingresso no curso é possível via vestibular, ENEM ou exames internacionais (IB, Abitur, Bac). Para mais informações, confira o edital em graduação.
  • Quando ocorre o vestibular para o curso de Relações Internacionais?
  • O vestibular para a graduação em Relações Internacionais é realizado uma vez ao ano, sempre no segundo semestre. Para mais informações, consulte a página do Vestibular FGV.
  • Quais são as etapas do vestibular para o curso de RI da FGV?
  • O vestibular do curso de Relações Internacionais terá uma única fase, constituída de prova com questões discursivas de Língua Portuguesa, Inglês, História, Geografia e Raciocínio Lógico-Matemático, além de uma redação.
  • Posso fazer o processo seletivo em outros estados?
  • Sim, candidatos de outros estados podem participar do processo seletivo por meio do ENEM ou usando exames de admissão universitária internacionais, tais como SAT, Abitur, International Baccalaureate (IB) e Baccalauréat (Bac).
  • Posso fazer o processo seletivo em outros países?
  • Sim, candidatos que tenham realizado exames de admissão universitária internacionais, tais como SAT, Abitur, International Baccalaureate (IB) e Baccalauréat (Bac), podem utilizar a nota obtida para pleitear uma vaga na Graduação de Relações Internacionais da FGV.
  • Posso usar a nota do ENEM para concorrer a uma vaga no curso de RI?
  • Sim, o ENEM é uma das três maneiras de ingressar no curso de Relações Internacionais da FGV. As notas obtidas nas provas de Ciências humanas e suas tecnologias; Linguagens, códigos e suas tecnologias; Matemática e suas tecnologias; e na Redação do ENEM podem ser utilizadas para pleitear uma das vagas. Para tanto, o(a) candidato(a) deve, obrigatoriamente, ter optado pela língua inglesa como segundo idioma na prova de Linguagens, códigos e suas tecnologias. Para mais informações sobre procedimentos de inscrição, número de vagas e notas de corte, acesse o edital aqui .
  • Quais as modalidades de bolsas de estudo disponíveis no curso de graduação em RI da FGV?
  • A Escola de Relações Internacionais oferece três modalidades de bolsa de estudo.

    Bolsa de mérito

    Atribuída em função da performance no Processo Seletivo Vestibular ou ENEM, conforme a tabela abaixo:

    Posição  Vestibular ENEM
    1º lugar 100% 100%
    2º lugar 90% 90%
    3º lugar 80% 80%
    4º e 5º lugar 70% -----

    Bolsa restituível


    Destinada a alunos com necessidade comprovada, consiste em um financiamento que cobre entre 20% e 100% da mensalidade do curso. O ressarcimento é obrigatório e será realizado após a conclusão do curso. Os valores são atualizados pela variação do IGP-M, porém sem juros.

    Bolsa não-restituível


    Modalidade destinada a alunos com comprovada necessidade econômica, corresponderá a uma isenção de 100% no valor da mensalidade do curso.

 

São Paulo

  • Por que estudar em São Paulo?

  • São Paulo é a maior cidade da América Latina e o destino certo para quem busca um ambiente cosmopolita. A cidade oferece inúmeras opções de lazer e também um amplo leque de oportunidade profissionais.
  • Quais são as principais opções de transporte para o deslocamento até a FGV?
  • A sede principal da FGV está localizada próxima à Av. Paulista, na região central de São Paulo. O campus possui duas entradas: uma situada na Avenida Nove de Julho, nº 2029, e outra na Rua Itapeva, nº 432. Sua localização privilegiada faz com que a FGV esteja conectada ao transporte público da capital. Acessível por corredores de ônibus na própria Av. Nove de Julho e na Av. Paulista, o campus também fica próximo ao metrô Trianon-MASP, na Linha Verde do metrô.
  • Onde e como procurar moradia próxima à FGV?
  • Os bairros mais próximos à FGV são: Bela Vista, Jardim Paulista, Cerqueira César, Liberdade, Consolação, Paraíso, Higienópolis, Aclimação e Pinheiros. Para aluguéis de apartamentos, aplicativos e sites como Zap Imóveis , Viva Real e Quinto Andar são ferramentas que ajudam no levantamento prévio das opções disponíveis e na programação de visitas aos imóveis. Além disso, São Paulo mantém a tradição de dispor anúncios nas entradas dos edifícios, com placas indicativas de “alugue-se”. Aproveite as visitas pré-agendadas para buscar essas opções na região, que, muitas vezes, não estão anunciadas na internet ou nos jornais. Considere que, para contratos de aluguel, geralmente é necessário apresentar garantias como fiador, seguro-fiança ou depósito antecipado. Aplicativos como o Quinto Andar facilitam trâmites burocráticos por meio de cobrança de uma taxa administrativa, mas podem encarecer o preço final. Existem ainda opções como aluguel de quartos em apartamentos compartilhados ou repúblicas. Além do Quinto Andar, o Airbnb também disponibiliza esse tipo de opção. O Airbnb pode ser ainda uma boa solução para encontrar moradia temporária, para aqueles que preferem dedicar mais tempo à pesquisa de imóveis e à adaptação na cidade.
  • Quais as principais opções de cultura, lazer e esporte?
  • A cidade de São Paulo oferece mais de 110 museus, 180 teatros, 280 salas de cinema, salas de concerto, casas de show e excelentes bibliotecas e livrarias, além de uma centena de centros culturais que oferecem extensa programação gratuita. Para os amantes da natureza e de esportes, há mais de 80 parques, de diferentes dimensões e com variadas atividades gratuitas e pagas. O maior parque na região central da cidade é o Ibirapuera, a poucos minutos de caminhada de nosso campus, com mais de 1,5 km² de área, onde estão localizados pontos como um planetário, o Museu de Arte Moderna de São Paulo (MAM), a Bienal, o Museu AfroBrasil e o Auditório do Ibirapuera. Nossos alunos também gozam de descontos especiais nas principais academias de ginástica e piscinas da região da Avenida Paulista.
 
Copyright © 2018 CPDOC

Portal FGVENG

Escolas FGV

Acompanhe na rede