Apresentação

Ao longo de sua política externa, o Brasil posicionou-se claramente a favor do princípio de não-intervenção. No entanto, nos últimos anos o país tem sido protagonista de diversas iniciativas de solução de crises internacionais, sobretudo em sua região. Em parceria com a EAESP, a EESP e a DIREITO GV, o projeto pretende estudar a atuação do Brasil em crises internacionais desde o estabelecimento da Nova República, em 1985. O projeto está dividido em três núcleos que abordam questões normativas e jurídicas, questões econômicas e, por fim, questões referentes a bens e aos riscos assumidos por diferentes stakeholders nas gestões das crises. Ao final do projeto, será formado um banco de depoimentos de caráter histórico e documental e será realizada uma conferência acadêmica, cujo produto será publicado em um volume editado explorando o tema.

Coordenador do projeto: Oliver Stuenkel

 
Copyright © 2017 CPDOC

Portal FGVENG

Escolas FGV

Acompanhe na rede