História Oral

Este programa de pesquisa inclui um importante componente de trabalho na área de documentação e divulgação de entrevistas de história oral da energia nuclear no Brasil. Estão sendo feitas a gravação (em áudio e vídeo) e o processamento de aproximadamente 200 horas de entrevistas de História Oral com personalidades, técnicos e homens públicos que tiveram atuação destacada na área da Energia Nuclear.

Em 2012, organizamos uma oficina de história oral crítica (leia mais a respeito de história oral crítica) sobre as relações nucleares entre Brasil e Argentina desde a década de 1970 até o inicio dos anos 1990. Mais informações aqui.

Nossa equipe produziu mais de 200 horas de entrevistas com as pessoas listadas abaixo. Estamos atualmente no processo de transcrever estas entrevistas. Elas estarão disponíveis online em breve.

Adolfo Saracho - Foi o primeiro Diretor do Departamento de Assuntos Nucleares e Desarmamento da Argentina (1983-87), e membro do Diretório da Comissão de Energia Atômica (1987). Foi também embaixador da Argentina na Turquia e Cônsul-Geral em New Orleans.

Alfredo Biaggio - Engenheiro pela Universidade de Buenos Aires, é Inspetor Consultor da Agência Brasileiro Argentina de Contabilidade e Controle de Materiais nucleares (ABACC)

Alfredo Tranjan Filho - Presidente das Indústrias Nucleares do Brasil (INB).

Antonio Guerreiro- Embaixador perante a AIEA (2006-).

Antonio Oliveira - Representante argentino perante a ABACC (2006-); presidente da Autoridade Regulatória Nuclear Argentina entre 2000 e 2001

Bernardino Coelho Pontes - Militar Reformado, é Inspetor Consultor da Agência Brasileiro Argentina de Contabilidade e Controle de Materiais nucleares (ABACC).

Carlos Syllus - Diretor da Nuclebrás. Criador do Instituto Brasileiro de Qualidade Nuclear.

Dante Mario Antonio Caputo - Diplomata argentino, foi Chanceler no governo de Raúl Alfonsín (1983-89).

Elías Palacios - Foi Secretário da Agência Brasileiro Argentina de Contabilidade e Controle de Materiais nucleares (ABACC).

Evaldo Césari de Oliveira - Foi presidente da Nuclen e diretor técnico da Eletronuclear. Atualmente é vice-presidente de Operações da Brookfield Energia Renovável S.A.

Gelson Fonseca Junior – Chefe de Gabinete do Secretário-Geral de Relações Exteriores (1988-1990); assessor da Assessoria Diplomática da Secretaria-Geral da Presidência da República (1990-1992); assessor-chefe da Assessoria Especial da Secretaria-Geral da Presidência da República (1995-1999); chefe da Missão do Brasil junto a ONU (1999-2002); e embaixador do Brasil no Chile (2003- 2006).

Héctor Subiza - Advogado e diplomata argentino, foi embaixador da Argentina na China, México e Brasil. Chefe da Missão Argentina no Brasil por 14 anos, tomou parte importante nas negociações do Mercosul.

Jair Albo - Trabalhou na Seção de Estudos Econômicos da Divisão de Energia Nuclear da AIEA, na INB e na Nuclen.

João Gabriel Hargreaves Ribeiro - diretor do Centro de Avaliação Não Destrutiva (CAND).

John Milne Albuquerque Forman - Geólogo pela UFRJ com mestrado em Stanford, é membro da American Academy of Science e foipresidente da Agência Nacional do Petróleo, Gas e Biocombustíveis (ANP) entre 2002 e 2006.

José Goldemberg - Foi reitor da USP, secretário de Ciência e Tecnologia do Governo Federal, ministro da Educação e secretário de Meio Ambiente do Governo Federal.

José Horácio Jaunarena - Advogado e político argentino, foi Ministro da Defesa em três ocasiões (1986-89; 2001 e 2002-03).

José Ignacio López

José Israel Vargas - Foi chefe da Divisão de Física Nuclear e diretor do IPR/UFMG. Secretário de Ciência e Tecnologia de Minas Gerais, foi vice-presidente da Academia Brasileira de Ciências, e membro do Conselho Executivo da UNESCO. Ex-ministro da Ciência e Tecnologia.

José Manuel Diaz Francisco - Trabalhou na Unidade de Revisão de Segurança Operacional (OSART) da Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA), em Viena. Na Eletronuclear desde 2001, ocupa o cargo de Coordenador de Comunicação e Segurança.

Leonam Guimarães - Militar, é mestre em Engenharia Nuclear pelo Institut National des Sciences et Techniques Nucléaires da Universidade de Paris XI, coordenou o Programa de Propulsão Nuclear do Centro Tecnológico da Marinha em São Paulo. Desde 2005 é assessor da presidência da Eletronuclear.

Leônidas Pires Gonçalves - Militar brasileiro, foi Ministro do Exército no governo Sarney. (1985-90)

Luis Santana de Carvalho - Presidente da CNEN (1990-1992)

Luiz Augusto de Castro Neves – Diretor de departamento das Américas do Itamaraty (1995-2000); embaixador no Paraguai (2000-2004), na China (2004-2008) e no Japão (2008-).

Luiz Felipe Lampreia – Secretário-Geral do Itamaraty (1992-1993); ministro de Relações Exteriores (1995-2001).

Luiz Fernando Conti – Funcionário da CNEN desde 1976, diretor do Instituto de Radioproteção e Dosimetria (2003-).

Luiz Soares - Foi superintendente de Relações Institucionais de Furnas Centrais Elétricas S/A e da Eletronuclear. Atual diretor técnico da Eletronuclear, preside o Centro de Análise Não-Destrutiva (CAND).

Manuel Mondino - Presidente da Comissão Nacional de Energia Atômica (CNEA-Argentina) entre 1989 e 1994.

Marco Farani ­- Diplomata brasileiro, foi Diretor da  Agência Brasileiro Argentina de Contabilidade e Controle de Materiais nucleares (ABACC).

Marcos Azambuja – Embaixador da Delegação Permanente em Genebra, Representação para Assuntos de Desarmamento (1987-1990); secretário-geral do Itamaraty no Governo Collor (1990-1992); embaixador do Brasil na Argentina (1992-1997) e na França (1997-2003).

Mário César Flores - Militar brasileiro, foi Ministro da Marinha (1990-92) e Secretário de Assuntos Estratégicos (1992-94).

Maurício Grinberg - Foi chefe do Departamento de Combustíveis Nucleares e superintendente de Planejamento de Tecnologia da Nuclebrás.

Milton Rondó - Coordenador-Geral de Ações Internacionais de Combate à Fome do Ministério das Relações Exteriores

Odair Gonçalves - Presidente da Comissão Nacional de Energia Nuclear (2003-)

Odilon Marcuzzo do Canto - Foi presidente de FINEP e é o atual Secretário da  Agência Brasileiro Argentina de Contabilidade e Controle de Materiais nucleares (ABACC).

Olga Simbalista - É assessora da Presidência da Eletronuclear desde 1997.

Othon Pinheiro - Diretor-Presidente da Eletronuclear (2005-)

Ovídio Andrade de Melo - Foi membro da delegação brasileira na Organização dos Estados Americanos (OEA), chefiou a Divisão das Nações Unidas do Itamaraty e foi Representante Especial do Brasil em Luanda. Foi embaixador do Brasil na Tailândia, Malásia, Cingapura e Jamaica.

Pedro Figueiredo - Chefiou a Usina Angra 1 e o Departamento de Angra dos Reis. Foi diretor de Produção Termonuclear de Furnas Centrais Elétricas S/A, e é, desde 1997, diretor de Operação e Comercialização da Eletronuclear.

Peter Romero - Foi embaixador dos Estados Unidos para o Equador e Secretário de Estado Assistente para o Hemisfério Ocidental.

Raúl Alconada Sempé - Foi Secretário de Defesa da Argentina e membro do Secretariado de Assuntos Políticos da OEA.

Rex Nazaré Alves - Coordenou o Pronuclear e presidiu a CNEN. Chefe do Departamento de Tecnologia da ABIN e assessor do Gabinete de Segurança Institucional. Desde 2006 é diretor de Tecnologia da Faperj.

Roberto Mario Ornstein - Foi chefe do Departamento de Relações Internacionais da  Comissão Nacional de Energia Atômica (CNEA-Argentina).

Roberto Nogueira da Franca - Ex-presidente das Indústrias nucleares Brasileiras S.A. (INB).

Rogelio Pfirter - Diplomata argentino, é ex-diretor da Opaq (Organização para a Proscrição das Armas Químicas).

Ronaldo Fabrício - Foi presidente de Furnas Centrais Elétricas, da Nuclen, e da Eletronuclear. Desde 2003 é vice-presidente executivo da Associação Brasileira para Desenvolvimento de Atividades Nucleares (ABDAN).

Rubens Barbosa – Embaixador do Brasil na Grã-Bretanha (1994-1999 e nos Estados Unidos (1999-2004).

Sebastião do Rego Barros – Embaixador do Brasil na Rússia (1990-1994); secretário-geral do Itamaraty (1995-1999); embaixador do Brasil na Argentina (1999-2001); e diretor-geral da Agencia Nacional de Petróleo (2002-2005).

Sérgio de Queiroz Duarte - Embaixador brasileiro, foi chairman da Board of Governors da Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA) e membro da delegação brasileira no Eighteen Nations Disarmament Council. Atualmente é Alto Representante do Brasil para Assuntosde Desarmamento.

Shigeaki Ueki - Ministro de Minas e Energia durante o governo Geisel (1974-79) e presidente da Petrobrás (1979-84)

Witold Lepecki - Coordenou o Grupo do Tório e membro do Grupo Lane. Diretor da Nustep, foi membro do International Nuclear Safety Advisory Group da AIEA.

Zieli Dutra – Ex-Presidente da Eletronuclear.

 
Copyright © 2017 CPDOC

Portal FGVENG

Escolas FGV

Acompanhe na rede