Angelo Nolasco

Sigla: ANo

Dados Biográficos

Titular: Angelo Nolasco de Almeida

Filiação: Teófilo Nolasco de Almeida e Zulmira Mascarenhas de Almeida

Nascimento: 13/12/1905, Rio de Janeiro, RIO DE JANEIRO, Brasil

Cônjuge: Neusa Saya Nolasco de Almeida

Falecimento: 8/7/1996, Rio de Janeiro, RIO DE JANEIRO, Brasil

Principais Atividades

  • Ajudante de ordens, Presidência da República1939,1943
  • Adido naval, Embaixada do Brasil na Argentina1943,1945
  • Adido naval, Embaixada do Brasil no Uruguai1943,1945
  • Chefe de gabinete, Ministério da Marinha1952,1954
  • Adido naval, Embaixada do Brasil na Espanha1954,1955
  • Presidente, Comissão Marinha Mercante1959,1961
  • Ministro de Estado, Ministério da Marinha1961,1962

Outras Atividades

Serviu no cruzador "Bahia" (março e abril de 1927); promovido a segundo-tenente (setembro de 1927); serviu no encouraçado "Minas Gerais" (outubro de 1927); promovido a primeiro-tenente e designado para o contratorpedeiro "Rio Grande do Norte" (outubro de 1929 até fevereiro de 1930); serviu nos contratorpedeiros "Pará" e "Paraíba" e no cruzador "Rio Grande do Sul" (fevereiro a abril de 1931); serviu no encouraçado "São Paulo" (maio a dezembro de 1931); nomeado ajudante de ordens do diretor do Arsenal de Marinha do Rio de Janeiro (1932); participou das operações navais de repressão à Revolução Constitucionalista (1932); promovido a capitão-tenente (novembro de 1932); designado chefe de máquinas do contratorpedeiro "Piauí" (abril a junho de 1938); subchefe interino do Gabinete Militar da Presidência da República (1943); promovido capitão-de-corveta (1943); secretário da chefia do Departamento Administrativo de Guerra Naval (1947-1948); chefe da Divisão Militar do Arsenal de Marinha do Rio de Janeiro (1949-1951); promovido a capitão-de-mar-e-guerra (março de 1953); nomeado chefe do estado-maior do I Distrito Naval (1955-1956); promovido a contra-almirante (1959); foi delegado da Marinha na Junta Interamericana de Defesa, em Washington e foi adido militar na delegação do Brasil junto à OEA; transferiu-se para a reserva (1966).

Documentos Audiovisuais


  • Iconografia
    • foto - 66

Análise da Documentação

Ângelo Nolasco e seus colegas na Escola Naval, entre os quais Ernâni do Amaral Peixoto; na companhia dos presidentes Getúlio Vargas e João Goulart; em cerimônias oficiais entre os anos 30 e 60 no país e no exterior; aspectos de viagem à Holanda (1953); atuação enquanto chefe de gabinete do ministério da Marinha (1952) e posteriormente como ministro da Marinha (1961-1962).